sábado, 4 de agosto de 2012

"DEUS É TREMENDO"? MAIS UMA INSENSATEZ "GOSPEL"



Deus, movido por sua graça, bondade e misericórdia, decidiu se revelar ao homem. Não tivesse o Senhor se revelado ninguém conheceria nada a respeito dEle. No entanto, Ele se revelou através das suas obras (Salmo 19.1; Romanos 1.19-20) e da sua Palavra. Nas Sagradas Escrituras encontramos o Senhor se revelando através dos seus nomes e dos seus atributos. Tais coisas nos ensinam muitas verdades a respeito de Deus, como por exemplo, que ele é eterno, imutável, auto-existente, onipotente, onipresente, onisciente, independente, infinito, o único imortal, misericordioso, santo, justo, irado, amoroso, bondoso, fiel e verdadeiro. Os atributos divinos nos fornecem base suficiente para falarmos a respeito de quem Deus é e da maneira como Ele se relaciona com o ser humano.

Tudo isso somente para perguntar: Tremendo? Deus é tremendo? O que se quer dizer com isso? Seria esse um novo atributo? O que se pode conhecer de Deus através dessa designação? Alguém pode justificar a afirmação fazendo uso do Salmo 47.2: “Pois o SENHOR Altíssimo é tremendo, é o grande rei de toda a terra” (cf. Salmo 68.35; 76.12; 89.7; 99.3; 111.9). Não obstante, o termo traduzido como “tremendo” em todas as ocorrências no livro dos Salmos é nura, e pode ser melhor traduzido como “terrível” ou “temível”, ressaltando sua soberania, transcendência e onipotência.

A expressão “Deus é tremendo” se popularizou com o movimento G-12, e tem sido assimilada pelo “mundo gospel”, passando a fazer parte do “evangeliquês”. O grande problema é que o uso feito da expressão em nada reflete o sentido bíblico. Ao afirmarem que “Deus é tremendo”, as pessoas têm mente a ideia de que Deus é maravilhoso, fazendo bem mais do que pedimos ou pensamos. A ideia é a de um deus bonachão, que vive para encher seus filhos de mimos.

Penso que ao nos referirmos ao Senhor devemos ter o cuidado de o fazermos com precisão, fazendo uso dos santos atributos que Ele mesmo revelou nas Sagradas Escrituras. Dessa forma estaremos protegidos contra afirmarmos algo contrário àquilo que o Senhor revelou a respeito de Si mesmo.

A Deus toda a glória.

5 comentários:

Salma kellya disse...

Pastor então aquele cantico Tu és soberano, tem uma parte que a gente canta..."Tu és tremendo" e pelo contexto tem-se a ideia de um Deus maravilhoso que mesmo com toda Sua grandeza se importa conosco, ta errado essa expressao no cantico?
Grande abraço Pastor.

Alan Rennê disse...

Salma, o cântico fala exatamente do sentido bíblico de “tremendo”. Ao afirmar “Tu és tremendo”, o cântico não está falando de Deus como alguém tão maravilhoso que nos abençoa e se importa conosco. Há uma expressão determinante para entendermos o mesmo: “E apesar dessa glória que tens”. A glória mencionada diz respeito a tudo o que o autor da composição disse anteriormente a respeito de Deus: que ele é soberano, o Senhor, o Absoluto e onisciente. Veja que argumentei que o significado do termo hebraico “nura” faz referência exatamente à soberania divina, sua transcendência e onipotência. Assim sendo, o cântico reflete o ensinamento bíblico, não a falsa doutrina ensinada pelo G-12 e por movimentos pentecostais e neopentecostais.

Espero ter sido claro. rsrsrsrs

Grande abraço! Que o Senhor te abençoe muito! Saudades!

Carlos Puck disse...

Salmo 47
Deus, o Rei da terra
 Ao mestre de canto. Salmo dos filhos de Corá
1 Batei palmas, todos os povos;
 celebrai a Deus com vozes de júbilo.
2 Pois o Senhor Altíssimo é tremendo,
 é o grande rei de toda a terra.
3 Ele nos submeteu os povos
 e pôs sob os nossos pés as nações.
4 Escolheu-nos a nossa herança,
 a glória de Jacó, a quem ele ama.

5 Subiu Deus por entre aclamações,
 o Senhor, ao som de trombeta.
6 Salmodiai a Deus, cantai louvores;
 salmodiai ao nosso Rei, cantai louvores.
7 Deus é o Rei de toda a terra;
 salmodiai com harmonioso cântico.
8 Deus reina sobre as nações;
 Deus se assenta no seu santo trono.
9 Os príncipes dos povos se reúnem,
 o povo do Deus de Abraão,
 porque a Deus pertencem os escudos da terra;
 ele se exaltou gloriosamente.

06206 ערץ ̀arats
uma raiz primitiva; DITAT - 1702; v.
1) estremecer, recear, temer, oprimir, triunfar, quebrar, estar apavorado, fazer estremecer
1a) (Qal)
1a1) fazer estremecer, aterrorizar
1b2) estremecer, sentir-se apavorado

89
Promessa do reino messiânico a Davi
 Salmo didático de Etã, ezraíta
1 Cantarei para sempre as tuas misericórdias, ó Senhor;
 os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade.
2 Pois disse eu: a benignidade está fundada para sempre;
 a tua fidelidade, tu a confirmarás nos céus, dizendo:
3 Fiz aliança com o meu escolhido
 e jurei a Davi, meu servo:
4 Para sempre estabelecerei a tua posteridade
 e firmarei o teu trono de geração em geração.

5 Celebram os céus as tuas maravilhas, ó Senhor,
 e, na assembléia dos santos, a tua fidelidade.
6 Pois quem nos céus é comparável ao Senhor?
 Entre os seres celestiais, quem é semelhante ao Senhor?
7 Deus é sobremodo tremendo na assembléia dos santos
 e temível sobre todos os que o rodeiam.


03372 ירא yare’
uma raiz primitiva; DITAT - 907,908; v
1) temer, reverenciar, ter medo
1a) (Qal)
1a1) temer, ter medo
1a2) ter admiração por, ser admirado
1a3) temer, reverenciar, honrar, respeitar

47
Deus, o Rei da terra
 Ao mestre de canto. Salmo dos filhos de Corá
1 Batei palmas, todos os povos;
 celebrai a Deus com vozes de júbilo.
2 Pois o Senhor Altíssimo é tremendo,
 é o grande rei de toda a terra.

Carlos Puck disse...

06206 ערץ ̀arats
uma raiz primitiva; DITAT - 1702; v.
1) estremecer, recear, temer, oprimir, triunfar, quebrar, estar apavorado, fazer estremecer
1a) (Qal)
1a1) fazer estremecer, aterrorizar
1b2) estremecer, sentir-se apavorado
89
Promessa do reino messiânico a Davi
 Salmo didático de Etã, ezraíta
1 Cantarei para sempre as tuas misericórdias, ó Senhor;
 os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade.
2 Pois disse eu: a benignidade está fundada para sempre;
 a tua fidelidade, tu a confirmarás nos céus, dizendo:
3 Fiz aliança com o meu escolhido
 e jurei a Davi, meu servo:
4 Para sempre estabelecerei a tua posteridade
 e firmarei o teu trono de geração em geração.

5 Celebram os céus as tuas maravilhas, ó Senhor,
 e, na assembléia dos santos, a tua fidelidade.
6 Pois quem nos céus é comparável ao Senhor?
 Entre os seres celestiais, quem é semelhante ao Senhor?
7 Deus é sobremodo tremendo na assembléia dos santos
 e temível sobre todos os que o rodeiam.


03372 ירא yare’
uma raiz primitiva; DITAT - 907,908; v
1) temer, reverenciar, ter medo
1a) (Qal)
1a1) temer, ter medo
1a2) ter admiração por, ser admirado
1a3) temer, reverenciar, honrar, respeitar
47
Deus, o Rei da terra
 Ao mestre de canto. Salmo dos filhos de Corá
1 Batei palmas, todos os povos;
 celebrai a Deus com vozes de júbilo.
2 Pois o Senhor Altíssimo é tremendo,
 é o grande rei de toda a terra.

Alan Rennê disse...

Puck,

Obrigado pela visita e pelos comentários. Todavia, não sei se você leu o texto por completo, pois trato do Salmo 47 e outras passagens que trazem uma das palavras traduzida como "tremendo".

Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...