segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

THE CHRISTIAN’S REASONABLE SERVICE – WILHELMUS À BRAKEL

Após a postagem com a nota biográfica do “Pai Brakel”, o Cristão Reformado traz aos leitores uma nota bibliográfica, visando “preparar terreno” para a publicação dos excertos traduzidos do capítulo sobre “Oração”. Por aquilo que o leitor observará da nota abaixo, seria de extrema importância para o protestantismo brasileiro, tão carente de profundidade bíblica e teológica, a publicação, em português, da obra de Wilhelmus à Brakel.

NOTA BIBLIOGRÁFICA

The Christian’s Reasonable Service foi organizado em três partes. A primeira forma uma teologia sistemática reformada tradicional, tratando principalmente do conhecimento de Deus, dos ofícios de Cristo, da soteriologia, das alianças, da Igreja, e da escatologia. A força desta seção é tripla: clareza de pensamento, eficácia de apresentação e utilidade de aplicação. As seções conclusivas, no fim de cada capítulo, que aplicam as doutrinas particulares discutidas às vidas dos crentes e dos incrédulos, são fortemente iluminadoras. A casuística prática de à Brakel nessas aplicações supera qualquer outro teólogo sistemático, tanto da sua época como da atualidade. Sua casuística representa a teologia experimental puritana, reformada, em sua melhor expressão.

A segunda parte expõe a ética cristã e o viver cristão. À Brakel escreve: “No primeiro volume falamos da aquisição da salvação e da aplicação da salvação aos eleitos. No segundo volume vamos tratar da vida do verdadeiro povo da aliança, de sua qualidade e condição”. Esta parte inclui os capítulos 42 a 99, abrangendo a seção de conclusão do volume 2, todo o volume 3 e a maior parte do volume 4 na tradução inglesa. É a seção mais extensa e mais fascinante da obra de à Brakel, reunindo notáveis aplicações sobre uma variedade de tópicos pertinentes a como o cristão deve viver neste mundo. Em acréscimo a um magistral tratamento dos Dez Mandamentos (caps. 45-55) e da Oração do Senhor (caps. 68-74), esta parte trata de diversos tópicos, entre os quais estes: como viver pela fé com base nas promessas de Deus (cap. 42); como exercer amor a Deus e ao Seu Filho (caps. 56,57); como temer e obedecer a Deus e esperar nEle (caps. 59-61); como professar Cristo e Sua verdade (cap. 63); e como exercer uma multiplicidade de graças espirituais, tais como a coragem, o contentamento, a abnegação, a paciência, a integridade, a vigilância, o amor ao próximo, a humildade, a mansidão, o espírito pacífico, a diligência, a compaixão, e a prudência (caps. 62, 64-67, 76, 82-88). Outros tópicos tratados com muito proveito incluem o jejum (cap. 75), a solitude (cap. 77), a meditação espiritual (cap. 78), o canto (cap. 79), os votos (cap. 80), a experiência espiritual (cap. 81), o crescimento espiritual (cap. 89), a apostasia (cap. 90), a deserção espiritual (cap. 91), as tentações (caps. 92-95), a corrupção interior (cap. 96), e trevas e morte espirituais (caps. 97,98).

A terceira parte (volume 4, pp. 373-538) é dedicada à história da obra pactual e redentora de Deus, desde o princípio até o fim do mundo. Lembra a obra de Jonathan Edwards, History of Redemption (A História da Redenção), embora não seja tão detalhada como a obra de Edwards; a de à Brakel confina-se mais às Escrituras e tem maior ênfase pactual. Conclui com um detalhado estudo da futura conversão dos judeus extraído de passagens das Escrituras (4:511-538). Nos volumes em holandês, uma quarta parte, que serve como uma espécie de apêndice de 350 páginas e que expõe o livro de Apocalipse, não foi traduzida para o inglês.

A obra The Christian’s Reasonable Service representa, talvez mais do que qualquer outra, o pulsar do coração puritano e o equilíbrio da Pós-Reforma Holandesa. Aqui a teologia sistemática e o cristianismo experimental, vital, são entrelaçados biblicamente e praticamente dentro de uma estrutura pactual, o conjunto todo trazendo a marca de um teólogo-pastor profundamente ensinado pelo Espírito. The Christian’s Reasonable Service combina a erudição e a precisão de Gisbertus Voetius, o ensino de Witsius sobre as doutrinas da fé e da aliança, e as melhores percepções da teologia bíblica propiciadas por Johannes Cocceius. Avassalador na abrangência, quase todos os assuntos de interesse dos cristãos são tratados de maneira extraordinariamente proveitosa, sempre visando a promoção da piedade. Se a pessoa pudesse adquirir somente uma coleção de vários volumes, esta coleção seria uma sábia escolha.

FONTE: Joel R. Beeke e Randall J. Pederson. Paixão pela Pureza: conheça os puritanos. São Paulo: PES, 2010. pp. 885-887.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...